Financiamento Imobiliário do Banco do Brasil em MG cresce 82,3%

banco-do-brasil-logo1Os financiamentos habitacionais do Banco do Brasil (BB) em Minas Gerais deram um salto em 2013. No acumulado deste ano até agosto, os desembolsos da instituição para crédito imobiliário no Estado alcançaram R$ 1,35 bilhão, contra R$ 740,3 milhões nos mesmos meses de 2012, um crescimento de 82,3%.

A instituição não comentou e nem disponibilizou uma fonte para comentar os resultados, mas o aumento da carteira de crédito habitacional no país como um todo é atribuído por especialistas às condições de mercado, com juros ainda em patamares favoráveis e à estabilidade econômica, com inflação relativamente sob controle.

O BB informou, ainda, que os financiamentos imobiliários no Brasil somaram R$ 17,3 bilhões ao final de junho de 2013, com expansão de 76,3 % em 12 meses. Destaque para a carteira de pessoas físicas, com crescimento de 78,8% na mesma base de comparação, encerrando o período com saldo de R$ 13,8 bilhões e 39.596 operações contratadas. A participação do banco no mercado de crédito imobiliário nacional de pessoas físicas atingiu 4,6% em junho deste ano contra 3,5% no mesmo mês um exercício antes.

Na mesma proporção, os desembolsos da Caixa Econômica Federal (Caixa) para crédito imobiliário também cresceram. De janeiro até o final da primeira quinzena de agosto, os financiamentos da modalidade alcançaram 80,4% do total liberado no ano passado (R$ 11,045 bilhões) e a expectativa é de um crescimento entre 30% e 40% no fechamento do exercício, o que, se confirmado, garantirá à instituição novo recorde em financiamentos habitacionais para um exercício.

Do começo deste ano até o fechamento da primeira quinzena de agosto, a Caixa liberou R$ 8,884 bilhões em financiamentos imobiliários em Minas Gerais com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O montante representa um crescimento de 33,3% em relação ao mesmo período de 2012 (R$ 6,662 bilhões).

Os financiamentos da Caixa no Estado contemplaram 134.473 moradias no acumulado deste ano até a primeira quinzena de agosto contra 78.747 em igual período de 2012, uma evolução, de 70,7%, ainda mais forte do que a verificada em termos de valores.

De janeiro até 16 de agosto, a instituição desembolsou R$ 1,095 bilhão dentro do programa “Minha casa, minha vida” no Estado, 3% do total nacional. Frente às liberações do mesmo período de 2012 (R$ 937,6 milhões), houve um crescimento de 16,7%.

Fonte: DiarioDoComercio

Share to Google Plus
Category(s): Crédito Imobiliário, Fundos de Investimentos, Imobiliário, Íncides Imobiliários
Tags: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

 

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>